20.06.2018

FFA alerta para riscos do chamado “jus postulandi” na Justiça do Trabalho

O escritório FFA – Ferrareze & Freitas Advogados se manifesta contrário a colocação incompleta e pouco esclarecedora postada pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho – CSJT em sua página do Facebook em 19 de junho deste ano, referente ao “jus postulandi”.
Importante esclarecer que o Princípio do Jus Postulandi é limitado e interpretado restritivamente, haja vista a indispensabilidade da presença de advogado conforme o artigo 133 da Constituição.
Em que pese a insuficiente possibilidade da parte tentar defender-se sem a presença de profissional habilitado, expõe a riscos e perdas, até porque a atuação isolada, principalmente do trabalhador, não é ampla e a limitação imposta pela lei, entre a capacidade de postular e a capacidade processual, civíl e jurídica, inevitavelmente torna necessário a capacidade técnica e legal do advogado.
O ADVOGADO TRABALHISTA é preparado para interpretar a legislação e acessar o Judiciário de forma a igualar qualquer disparidade entre as partes.
Nesse dia 20 de junho o FFA homenageia o ADVOGADO TRABALHISTA pela constante  dedicação em defender os direitos de seus clientes!

TOPO